Loading...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Egito: toque de recolher e 18 mortes nesta sexta

Violência e caos tomam conta de cidades no Egito. Já são contabilizadas nesta sexta-feira 18 mortes, sendo 13 em Suez e outras cinco no Cairo, além de mais de mil feridos. O governo egípcio declarou toque de recolher em Cairo, Alexandria e Suez, em mais uma medida para tentar conter os milhares de protestantes que estão nas ruas pedindo a renúncia do governo de Hosni Mubarak, no poder há 30 anos. A medida começou a valer nesta sexta-feira, entre 18h e 7h (horário de local), segundo anúncio de duas linhas exibido em um dos canais públicos de TV. Esta foi considerada a medida mais drástica até o momento para conter as manifestações.

Nas ruas, fumaça de prédios e carros em chamas, gás lacrimogêneo lançado pelas forças de segurança. Antes mesmo da medida, o exército já tinha enviado veículos blindados para as ruas do Cairo. Apesar da repressão dura das forças de segurança, manifestantes não recuam e registros dão conta que os protestos já se espalharam por ao menos 11 das 28 províncias egípcias.

Os protestos começaram logo após o final das orações muçulmanas desta sexta-feira, e se estenderam rapidamente por diferentes setores da capital egípcia e cidades do interior do país. A polícia chegou a abandonar algumas das áreas centrais, depois que os manifestantes superaram os cordões de segurança, roubaram armas de uma delegacia e queimaram o edifício, além de 20 veículos de patrulha estacionados perto do local. Já registraram a prisão de 300 pessoas e 120 ficaram feridas, segundo fontes dos serviços de segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário